A Associação das Pessoas com Deficiência de Itapema, Familiares e Amigos (ADI) atende crianças a partir dos 6 anos com dificuldades de aprendizagem e deficiência intelectual através do Projeto “Adicionando Caminhos”. A ADI também é uma das instituições contempladas com os recursos do Fundo da Infância e Adolescência (FIA), aprovados pelo Conselho Municipal do Direito da Criança e do Adolescente (CMDCA), para o atendimento de 30 crianças.

O projeto desenvolvido por uma pedagoga e uma psicopedagoga, tem como objetivo estimular a coordenação motora, o raciocínio lógico e a concentração das crianças e adolescentes, através de jogos, brincadeiras e atividades lúdicas. Por conta das medidas de prevenção ao coronavírus, as crianças que não podem frequentar a sede da instituição, podem realizar as atividades de forma remota, tendo à disposição aulas gravadas, livros e jogos.

A sede das instituição está localizada na Rua 900 F, N° 82, Bairro Sertãozinho e o encaminhamento para o projeto é feito pelas escolas da Rede Municipal de Ensino. “O projeto Adicionando Caminhos vai muito além da intervenção nas dificuldades de aprendizagem e intelectual, é um trabalho que precisa ser realizado com apoio e acompanhamento dos pais e familiares. Visamos sempre a criatividade, a memorização, o estímulo cognitivo e da coordenação para realização das intervenções necessárias”, explicou a psicopedagoga do projeto, Gabriele Morlin Rambo.

Recursos do FIA

Para o ano de 2021, foram destinados aproximadamente R$ 1 milhão em recursos do Fundo da Infância e Adolescência (FIA) aprovados pelo Conselho Municipal do Direito da Criança e do Adolescente (CMDCA) para oito projetos, totalizando mais de 600 crianças atendidas.

 

Campartilhe.

Sobre o Autor

Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.

Deixe Um Comentário


Banner publicidade 728 x 90 RODAPE